loading...

Notícias

pena de prisão - álcool e poder paternal

O Tribunal de Ílhavo condenou a 4 e 6 meses de prisão com pena suspensa o casal apanhado a conduzir sob o efeito de álcool, ambos de 30 anos, enquanto transportavam quatro filhos menores.

A mulher foi condenada a 4 meses de prisão, com pena suspensa, após acusar uma taxa de alcoolemia de 2,30 g/l de sangue. Foi igualmente proibida de conduzir durante 8 meses e obrigada a acompanhamento por parte da Direção Geral de Reinserção Social.

Já o homem foi condenado a uma pena de 6 meses de prisão com pena suspensa e obrigado a acompanhamento por parte da Direção Geral de Reinserção Social por conduzir com uma taxa de alcoolemia de 1,4 g/l. O arguido é reincidente, contando com quatro condenações anteriores: duas por condução sob efeito de álcool e duas por violação de proibição (por não cumprir as medidas impostas nas condenações sob efeito de álcool).

As quatro crianças foram retiradas aos pais e entregues ao centro de acolhimento infantil da Cáritas Diocesana de Aveiro, após o casal ser parado, à 01h30 de dia 6 de dezembro passado, numa operação stop da GNR, em Ílhavo.

Publicado a 28 de Janeiro de 2015